Lyon vence a UWCL pela quinta vez seguida e conquista o heptacampeonato

lyon_uwcl_2020-2.jpeg

Foto: Divulgação/ UEFA

O Lyon confirma o favoritismo e mostra todo o talento do futebol feminino francês contra o Wolfsburg na final da Liga dos Campeões Feminina. A partida terminou 3 a 1 para as leoas que deram uma aula de ataque e defesa. Le Sommer, Kumagai e Gunnarsdottir marcaram os gols das heptacampeãs. Já o Wolfsburg, que ensaiou uma reação no segundo tempo, marcou com Popp. Este foi o quinto título seguido do Lyon e marca uma era. 

Siga o Conexão Grenal no Twitter

O primeiro tempo mostrou porque o Lyon entrou como favorito na partida. As leoas tiveram maior posse de bola e chegaram ao gol com Le Sommer aos 24 minutos. O tento foi fruto de uma jogada coletiva. Com a marcação colada Le Sommer, a bola foi cruzada da direita e a atacante entrou na área pela direita chutando forte. Abt defendeu com o pé e a bola voltou a própria Le Sommer dar o primeiro passo para o quinto título seguido das francesas: 1 a 0 Lyon.

Depois disso o Wolfsburg não mostrou grande perigo ao gol da Bouhaddi. As alemãs tentaram atacar o Lyon pelas duas laterais do campo, mas as defensoras fecharam as portas para as alemãs. Já no final do primeiro tempo veio o segundo gol das leoas dos pés de Kumagai. A  japonesa chutou de fora da área forte e bem no cantinho, não dando chances a Abt. Final da primeira parte da partida e dois gols de vantagem para o Lyon. 

Wolfsburg tentou correr atrás do prejuízo no segundo tempo, mas o Lyon se recuperou

Já o segundo tempo foi marcado pela reação do Wolfsburg. As alemãs lutaram e buscaram o campo de ataque desde o primeiro minuto da retomada. O gol chegou ao 58 minutos com Popp. A partir daí o Lyon precisou se defender. A estratégia foi boa. Elas tentaram ao máximo atrapalhar a saída de bola das alemãs e funcionou. 

Leia todas as notícias da UWCL 2020

Quando Wolfsburg estava crescendo ainda mais na partida, Gunnarsdottir marcou o terceiro gol das francesas. A jogada começou com um escanteio. A bola sobrou nos pés de Le Sommer e chutou forte na direção do gol. No meio do caminho estava Gunnarsdottir, que meteu o pé na bola e confirmou o título do Lyon. A lei na ex também castigou o futebol feminino, Gunnarsdottir levantou a taça do campeonato alemão pelo Wolfsburg nesta temporada e o foi decisiva na conquista do Lyon na Liga dos Campeões.

Em atualização

Deixe uma resposta

voltar ao topo